ÁREAS DE INTERVENÇÃO

| Farmácias

No sentido de oferecer respostas de proximidade às comunidades em que se inserem, as Misericórdias detinham, antes da revolução e a nível nacional, um grande número de farmácias sociais, umas dentro dos seus hospitais e outras fora, nas vilas e cidades. Destas, restam apenas 33, que se debatem quotidianamente com a incompreensão de alguns que persistem em não entender que o lucro resultante da actividade das farmácias sociais, bem como das actividades restantes que apresentem resultados positivos, se destina ao reinvestimento na área social.

A legislação recentemente publicada veio colocar em causa o direito de propriedade de farmácias das Santas Casas e outras entidades com fins sociais, o que foi considerado pelo último Provedor de Justiça, Dr. Nascimento Rodrigues, como inconstitucional, na medida em que esta lei impõe que a propriedade de farmácias seja exclusivamente de pessoas singulares ou de sociedades comerciais.

No sentido de contribuir para o cabal esclarecimento desta situação, a UMP nomeou a Comissão Nacional das Farmácias Sociais, constituída por vários Provedores, que conhecem bem as dificuldades associadas a esta matéria e que sobre ela têm trabalhado.

 

(Deslizando com o rato sobre o mapa e clicando na zona de interesse, poderá aceder às Farmácias das Misericórdias por região.)

© 2009 F3M. Todos os Direitos Reservados.